/ Proprietários

10 motivos para não administrar seu imóvel sozinho

Você guarda dinheiro embaixo do colchão? Provavelmente você usa um banco e conta com seus serviços para fazer o dinheiro render e tê-lo em segurança, certo? Então porque você cuidaria sozinho da locação de seu imóvel, um bem tão precioso? A economia, versus as vantagens, é irrisória. Confira abaixo 10 dos principais motivos para evitar prejuízo com aluguel de imóveis e deixar que especialistas administrarem, desde a oferta de locação até o despejo do inquilino, se for o caso.

1. Desgaste na interlocução com inquilinos

Nem sempre eles são bacanas, nem sempre são compreensivos. Deixe que a administradora cuide dos contatos entre vocês e economize não só tempo, mas dor de cabeça.

2. Fugir da máfia do Fiador Profissional

Entrar em um contrato com fiador é um enorme risco para manter seu investimento rentável, além de uma rigorosa avaliação recorrente do fiador para manter o contrato com risco controlado ainda há a possibilidade de você cair na máfia de fiadores profissionais, que são contratados pelos inquilinos para servirem de fachada. Se você precisar executar irá se deparar com laranjas.

3. Parcelamento e Renovação do Seguro Fiança

Que o seguro fiança oferece a melhor proteção entre as garantias todo mundo já sabe, porém engana-se quem acha que por ter um contrato com garantia de seguro fiança você estará totalmente protegido. O seguro fiança normalmente é parcelado e, caso alguma parcela não seja paga, ele fica inativo na seguradora. Além de precisar ser renovado todo ano, seria péssima notícia saber que seu seguro fiança está inativo na hora que precisar, não é? Melhor contar com a “cobrança” e controle do administrador.

4. Mau uso do imóvel

Além da vistoria de entrada, documentada com fotos e lista de todos os bens com menção ao estado de conservação, o administrador deve fazer vistorias periódicas e documentadas, que são importantes para garantir que seu imóvel está em boas condição e com a manutenção em dia. Pagar por esse serviço avulso ou fazer por conta te dará mais trabalho, custará mais e nem sempre ficará nos moldes para usar em seu processo de locação caso exista um cenário de crise.

5. Contratação e acompanhamento para execução das manutenções preventivas e corretivas

É claro que todos nós contamos com o bom senso e, por isso, esperamos que o inquilino cuide bem de seu imóvel e o mantenha em perfeito estado. Para que isso aconteça não é preciso somente boa vontade, é fundamental que os profissionais que estão fazendo a manutenção para o locatário sejam de qualidade. Na Lokkan você tem a garantia da mão de obra por profissionais da Porto Seguro.

6. Cobrança correta do condomínio

O condomínio é dividido em duas grandes contas: as ordinárias (aquelas que são utilizadas para manutenção e dia a dia do condomínio) e as contas extraordinárias (que são utilizadas para benfeitorias, ou gastos de ordem estrutural, como por exemplo o fundo de reserva). Pela lei do inquilinato, são de obrigação do inquilino apenas as contas ordinárias, uma cobrança indevida das demais contas embutidas no condomínio podem gerar processos e desembolso com gastos maiores no futuro. O administrador tem a função de orientar o morador e evitar erros.

7. Renegociações e pleitos dos inquilinos

É inevitável, após o término do contrato ou no caso de um destrato, ter que negociar e ter envolvimento emocional com o inquilino nunca é bom do ponto de vista de seu investimento. Sem contar o tempo e dinheiro que você pode gastar para checar se a situação proposta faz sentido dentro da realidade de mercado, você ainda tende a ceder pelo envolvimento emocional. Melhor deixar isso por conta da imparcialidade e conhecimento da administradora.

8. Cobrança e pagamento do IPTU

O IPTU não é passível de transferência de titularidade para o inquilino, ou seja, caso ele não a pague em dia, o proprietário pode ter graves consequências em seu nome. Cobrar do inquilino e processar o pagamento você mesmo só vai te dar mais trabalho e dor de cabeça.

9. Acompanhamento e controle das contas acessórias da locação

Água, luz, gás. A transferência e acompanhamento da titularidade dessas contas é algo fundamental para não colocar seu nome e seu imóvel em risco. Transferências, religação das contas ou regularização da situação no fim da linha acaba ficando nas costas do proprietário quando cenário de crise, e nem sempre são rápidas para se resolver.

10. Gerenciamento de crise e inadimplência

Infelizmente nunca estamos totalmente livres de crises, porém cobranças, gastos com advogados, demora no despejo, impedem o proprietário de obter um investimento rentável e tomam um enorme tempo em sua vida. É melhor contar com a assessoria de quem entende.

Além disso tudo, ser pego de surpresa por sinistro de incêndio e ver seu patrimônio corroído a zero é uma situação que ninguém quer passar. Na Lokkan todos os contratos são segurados contra incêndio (a estrutura e conteúdo interno) e contam, ainda, com cobertura para que o inquilino pague outro aluguel de mesmo valor para não ficar desamparado até que as coisas se resolvam.

No caso da Lokkan, você tem a tranquilidade e segurança de contar com um especialista em locação residencial, aluga seu imóvel muito mais rápido e recebe seu aluguel todo mês sem surpresas, independente de crise com o inquilino.

Deixe de ter prejuízo com seu imóvel, venha pra Lokkan! Anuncie seu imóvel online, é simples e rápido!